Capítulo 14


Fanfic: Uma Nova Esperança

Cap 14

Ao desligar o telefone, Machi vai direto na cozinha pegar água. Ela ergue a amiga de uma forma que ela fique sentada com as costas encostadas na parede da cozinha. A morena fez de tudo e mais um pouco que o Momiji mandou, e só depois de quase estourar o tempo que o loiro citou, Kimine despertou, mas falava baixo e pausado, ainda meio confusa:

–         Me leve para o quarto.

Com a ajuda da morena, Kimine foi até o quarto, para deitar e descansar na cama. Machi ainda tenta ajudá-la, afirmando:

–         Eu vou te trazer um copo d’água com açúcar. Fique quietinha aí que eu cuido de tudo.

Kimine, ainda fraca, responde devagar:

–         Por favor, me trague a água.

Machi rapidamente vai até a cozinha, já pensando em fazer um chá também, aproveita e coloca a água para ferver. Mistura água gelada com a natural e depois de um tempo procurando o açúcar –Não estava em sua casa, então tinha que procurar em todo o canto da cozinha – finalmente acrescenta o açúcar e leva até o quarto da amiga. Entrando devagar, vê que Kimine está de olhos fechados. A morena se apavora por um momento, mas percebe que a amiga apenas caiu no sono.

“Ufa! Por um instante eu achei que ela tinha desmaiado de novo”

Aliviada, ela deixa o copo em cima da mesinha, ao lado da cama, e volta para a cozinha pra ver o estado da água. Lá ela ouve o interfone e o mais rápido possível o atende, pedindo pra que os dois homens subissem. Pouco tempo depois a morena abre a porta para Momiji e Hatori entrarem.

–         Machi-san, Kimine está bem? – Antes de qualquer conversa, o loiro perguntou desesperado, querendo a resposta do estado da garota.

A Morena um pouco assustada com o movimento do garoto, explica que conseguiu reanimá-la e levá-la para cama.

–           Ela voltou, está deitada na cama dela, descansando. Comecei a preparar um chá para ela.

–          Me leve até o quarto dela – Diz Hatori, apressado.

Machi respondeu apontando para o corredor e explicando:

–        A última porta, de frente.

O dragão já foi se adentrando e quando chegou no quarto percebeu que o “cair no sono” era apenas um cochilo, pois a loira já estava acordada, terminando de tomar sua água com açúcar. Ele já foi tratar a garota, que ainda estava desanimada e fraca.

Momiji foi atrás, e depois dele, Machi. Quando chegou no corredor, foi parado pela voz de Hatori:

–         Não entrem aqui, esperem na sala, senão vão deixar a paciente nervosa e eu também.

Os dois obedeceram, impacientes. Momiji nem sentou no sofá – Que era novo por sinal – O garoto andava pela cozinha, sentava no chão, passando suas mãos no cabelo, e bebia muita água. Mas nada o fazia sentar. Já Machi, ficou sentada no sofá o tempo inteiro, apenas com suas mãos juntas, pensativa e em silêncio.

Quando finalmente se passou 15 minutos, o médico pede para ambos irem à farmácia mais próxima para comprar uns remédios, que ele mesmo prescreveria, enquanto ele cuidava da garota.

Machi, que mora na região, já sinalizou positivamente. Junto com Momiji, desce. Já na rua, Machi guiava o caminho e Momiji a seguia, suando. O calor reinava e ambos estavam com roupas frescas, mesmo assim, o loiro suava demais. Estava claro que não era só o calor que fez isso com ele. Ele andava calado, ainda preocupado. Já Machi, que também andava calada, lembra que tem algo para contar ao coelho, já surpresa pelo que vira anteriormente:

–         Coelho, você sabia que Kimine tem umas 4 cicatrizes no corpo?

–         Ahn? Você está falando sério? – Momiji não tinha a mínima ideia que Kimine teria tantas cicatrizes pelo corpo, mas lembra da imperceptível cicatriz na palma da mão e da cicatriz no ombro, e num estralo de dedos, termina – Mas eu lembro de uma coisa sim! Quando eu a conheci, percebi que ela tinha uma pequena cicatriz na palma da mão esquerda e já falei pra você da cicatriz no ombro.

–         Nossa, então ela tem mais uma – Machi ficou pensativa por longos segundos, fazendo ela parar no meio da rua, e finalmente terminar, preocupada – Será que aconteceu algo antes dela nos conhecer? Agora que estou pensando… Pelas cicatrizes, não parece ter sido algo comum. Isso realmente me preocupa. A cicatriz do ombro é realmente incomum.

Momiji ficou pensativo, mas como não viu todas as cicatrizes, respondeu rapidamente:

–         Eu realmente não sei o que pode ter acontecido. Ela nunca me falou nada e nem deixou brechas – Foi aí que ele percebeu que não sabia muito sobre a loira. E abaixou a cabeça, pensativo.

–         Isso me intriga, porque quando fui ajudá-la, senti uma deformação na pele dela, nas costas. Nada muito grandioso, mas  percebi que aquilo não era comum. Como estava meio desesperada nem liguei muito, mas quando ela reanimou, eu percebi as outras três cicatrizes, todas nas pernas.

–         Pense bem, pode ter sido apenas uma queda, uma grande queda. – Momiji comenta, positivo.

–         Talvez…

Para tirar todos os pensamentos sobre Kimine, o coelho tenta brincar com a morena, comentando:

–         O melhor é ver você preocupada. Isso prova que você a considera uma pessoa importante para você. Viu, você está progredindo. Ahhhhhhhhhhhh, a Machi-san está dando tanto orgulho pro amigo dela – Momiji brinca, colocando seu dedo no olho, fingindo limpar uma lágrima nos olhos.

Já a morena retruca, acabando com a graça do loiro:

–         Então sua situação não está muito diferente da minha, porque seu rosto e seu jeito lhe acusam, Coelho. – Por fim, a garota ri, sem se importar com a reação do coelho depois do comentário, que estava pálido e meio sem graça. momiji engoliu em seco e apenas ficou em silêncio, seguindo a morena. Por fim ela pensa:

“É, mas no fim ela me mudou por definitivo. Ela me fez ser uma nova pessoa. Acho que minha promessa está cumprida.”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s