Capítulo 20


Fanfic: Uma Nova Esperança

Cap 20

A última noite chega. Eram 21h da noite e todos preparavam suas malas para a partida de amanhã de manhã. Os fogos de artifício iriam ser soltados mais tarde, já que tinha virado um hábito no Verão quando se tornava especial. E sim, foi uma viagem especial. Até Kimine e Rin se deram bem depois da tal noite.

Finalmente todos à postos para celebrar. Eles sorriam e olhavam as deslumbrantes cores dos fogos de artifício. Era dia de felicidade, apenas felicidade. Os casais estavam juntos, mas respeitavam o momento e conversavam com o trio solteirão também.  Mas num momento dos fogos, Momiji e Kimine acabaram ficando mais próximos, ainda olhando os fogos.  Até que Momiji a observa, carinhosamente. Ele apenas sorri e pensa:

“Minha decisão está tomada”

Kimine percebe que Momiji virou seu rosto para ela. Meio sem jeito pelo olhar do Momiji, ela fala, mudando todo aquele clima.

–         Calma, vocês dois saberão de tudo.

Momiji a observa um pouco mais sério, e responde:

–         Estão saberemos sobre suas cicatrizes e de seu passado?

–         Sim! Eu sei que eu demorei demais, eu sei que omiti muita coisa e, por mais que me doa lembrar de tudo, vejo que vocês não se chocarão com ela. Ahn… Mas agora, que tal aproveitarmos a festa?

Momiji sorriu, concordando com a loira, e voltou a ver os fogos.

**

Os fogos acabaram e todos foram para casa, exceto Machi e Yuki, que resolveram passear pela praia em silêncio, sem ninguém soltando fogos de artifício. Já passavam das 22h, mas o casal prometeu que voltaria logo.

Ambos sentaram na areia e observaram o mar por alguns minutos, abraçados e em silêncio total. Até que Yuki comenta:

–         Você deve estar muito feliz.

–         Por você estar aqui? Convencido.

–         Hahahaha! Não, não é por causa disso. Estou falando de Kimine.

–         Sinceramente não achava que me daria tão bem com ela. Gosto de ser amiga dela, gosto de conversar com ela. Ela me faz bem. Eu cansei de ser a fraca e que tinha desistido de tudo. Eu estava errada. Não era sem graça, nem sou. Eu era sem coragem e esperança. Hoje entendo muita coisa.

Yuki abriu a boca para falar, mas achou melhor ficar quieto. Ele apenas sorriu e falou:

–         Entendo…

“Não posso dizer que ela não é um fracasso ou que não estava errada. Até porque dá a entender que não influenciaria a Kimine e até o Momiji entrar na história. Por ela pensar assim, fez com que encontrasse pessoas que se sinta bem. Eu era fraco também, e por querer algo que me sentisse realmente feliz, encontrei ela. Encontrei minha forma de viver. Isso é que importa, e isso que me faz amá-la ainda mais.”

–         Mas eu fiquei um pouco chateada com ela naquela noite.

Yuki se voltou à realidade e respondeu:

–         Por que?

–         Na briga com Rin, logo que pediu desculpas e a Rin perguntou algo para ela , ela falou sobre si sem nem pestanejar, sem desviar do assunto. É como se ela tivesse dado importância para Rin, mas e eu?

–         Ela pode ter seus motivos. As vezes, com o sangue quente e no estado que ela se encontrava, não importa quem está ao lado, o importante é desabafar. É bem provável que você e Mmomiji descubram boa parte da pessoa que ela é e foi. Não precisa mais se preocupar com ela. Afinal, eu mereço um pouco de atenção também, não?

Como um estalo, Machi entra em um pequeno desespero, saindo dos braços de Yuki. Ela se volta para ele e responde:

–         Oh meu Deus! Eu fui tão fria com você nesses dias? Argh, como sou tão desatenta! Putz, a gente nem se vê com tanta frequência e eu ainda faço isso…

Yuki meio surpreso, ri e a acalma:

–         Calma, foi só uma brincadeira, não precisa levar tão a sério. Você não foi fria não – Ele se aproxima de Machi, pegando em suas duas mãos- Pronto,  agora, venha cá.

Num instante, Machi se viu segura e entregue nos braços de seu amado. Um único beijo fazia a morena estremecer, se sentir nas nuvens. É incrível como isso sempre acontecia nessas situações. E ela gostava.

–         Vamos, está na hora de voltarmos!

Enfim ambos foram andando de volta para casa da praia. De mãos dadas… Sempre!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s