Capítulo 3


Fanfic: Uma Nova Esperança

Cap 3

Após tê-la cumprimentado, Machi tentava se lembrar de onde a conhecia. Observou tudo. O modo de falar, de se vestir, mas nada surgia em sua mente. Até quando ela viu o sorriso que Kimine deu pro Momiji após ter falado “até mais”

“Ah sim, como eu pude me esquecer desse sorriso? Já faz um tempo que ela conversa com o Momiji e eu só vi esse sorriso quando ele estava por perto. Por que naquele dia, nela, não havia nenhum sorriso…”

“Quer dar uma de sonsa é? Faz muito tempo que queremos esclarecer as coisas com você sobre o nosso príncipe Yuki. Sabemos das coisas que você faz no Grêmio. Sabemos que você desrespeita nosso Yuki. Dessa vez, você não irá escapar e nem tente nos enrolar! – Uma das fãs do fã clube do Yuki impõe para Machi.

Machi suspira e pensa:

“Já estão atrasadas com essa informação”

–          Sim, eu não o acho um príncipe. Eu ainda o acho inseguro – Mesmo ela já achando o contrário, Yuki mudou muito desde do fim da primavera, mesmo assim não podia dizer isso, seria pior. – … É o que penso, algum problema?

–          Claro que é um problema. Você não se manca não? Acho que sabe mais que a gente? Você tem é que pedir desculpas por falar bobagens e desrespeitá-lo!

–          Desculpe, se é isso que querem ouvir…

–          Garota, você nos irrita! Ainda por cima é maluca.

–          Claro que é amiga, ela já tentou matar o próprio irmão…Não sabia? E vive dando chilique em assuntos do Grêmio. Obviamente normal que não vai ser! – Outra estudante do fã clube que estava presente, provoca.

Machi arregalou os olhos, em choque. Cerrou os dentes e olhou de lado.

“Por que dizem o que não sabem? Por que tentam me machucar ainda mais? Quer saber…Eu não vou me justificar, se nem meus pais acreditaram, elas vão acreditar? Apenas”ele” acreditou em mim…”

Após desistir de qualquer ação, Machi abaixou a cabeça e não falou mais nada. Deixou as estudantes pensarem qualquer coisa dela.

–          Qualé garota, não vai negar? Então quer dizer que você fez e não tem como justificar. Ainda tenta bancar a esperta dizendo que o Yuki não é um príncipe. Você merece é uns tapas na cara. Você nos irrita sua louca.

–          Quem me irrita aqui são vocês e esse fã clube ridículo – As garotas e Machi ouvem uma voz firme e raivosa. As fãs ainda tentam revidar:

–          Quem ousa? Apareça!

Como as fãs queriam, surge enfim Kimine com um rosto totalmente sério, prestes a brigar. Estava calma, mas seus olhos mostravam uma ira que as estudantes jamais viram.

–          Quem é você, garota?

–          Agente n° 3 ela não é a “novata” estrangeirinha?

–          Novata? Você não é ninguém, nos respeite.

–          E quem são vocês? Deusas???? Eu acho que não. Que importância vocês tem nessa maldita escola? Por que eu respeitaria alguém como vocês que não respeitam a opinião alheia? E ainda sobre um simples garoto? Me poupem dessa baboseira!!

–          Simples garoto? Você está ofendendo o nosso príncipe Yuki – A tal agente n° 3 rebate.

Kimine estralou as mãos e olhou com puro desprezo para as estudantes. Enfim falou:

–          Acho melhor vocês a deixarem em paz ou vocês verão sangue saindo por essas bocas e por esses narizes arrebitados.

–          Por acaso isso é uma ameaça? – Diz a agente n°3

–          É, é uma ameaça, quer experimentá-la?

–          Agente n°3, soube que essa garota consegue ser pior que a Arisa Uotani… Ela já se envolveu em muitas brigas esse ano. Vamos deixar isso pra lá – A amiguinha da agente cochicha

Após a fala de Kimine as fãs saíram correndo de medo apenas por pensar que ela seria pior que a Arisa.

**

“Sim, agora eu me lembro de tudo, até porque depois ela nem veio falar comigo e eu não pude agradecer. Ela olhou pra mim e apenas deu as costas. Não liguei muito e tomei meu rumo…Isso foi ano passado, no começo do inverno…E por sinal, ela estava de saia aquele dia, apesar de ser cumprida…”

Após suspirar e olhar pros pés, ela finalmente pensa, antes de entrar novamente pra sala de aula

“Ela é estranha…”

Mesmo tendo lembrado de tudo, ainda havia uma pontinha de curiosidade vinda de Machi. Por vários motivos, ela sabia que Kimine não era uma pessoa normal. Ela descobriria mais no Grêmio, não é?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s